Eco Serrano


Manifestantes também instalaram tendas na altura do Tiro de Guerra e penduraram faixas no cercado da Praça dos Trovadores.  

No último dia 2, centenas de pessoas foram para a Praça do Suspiro, Centro, em frente ao Tiro de Guerra pedir “Intervenção”, após o fim das eleições para presidente que ratificaram a vitória de Lula. O ato, segundo o procurador da República, Patrick Salgado, é crime.

“É crime incitar a animosidade das Forças Armadas contra as instituições, contra os poderes constituídos, contra a democracia. Pedir intervenção militar de modo acintoso é crime, usar de violência contra a democracia. A Constituição, em momento algum, em artigo nenhum, inclusive no 142, autoriza golpe de estado, autoriza manifestações antidemocráticas”, explicou.

Desde a data, o trio elétrico utilizado no ato, assim como algumas faixas penduradas na altura da Praça dos Trovadores permanecem no local. Uma tenda também foi montada em frente ao Tiro de Guerra. 

Apesar de, aparentemente, não haver problemas legais para estar no local, o trio elétrico que, ao que tudo indica, nunca ficou estacionado naquele local por tanto tempo, estaria “tirando mais de duas vagas” de veículos menores. O momento não poderia ser pior, por conta do feriado e o grande número de turistas na cidade, com quase 90% de ocupação da rede hoteleira no município

A Praça do Suspiro é um dos mais importantes e movimentados pontos turísticos do município e, portanto, o local é um dos mais procurados por turistas, por conta do Teleférico, dos restaurantes e hotéis na região. A presença do grande veículo pode ter dificultado o acesso a vagas de estacionamento gratuito no Centro.

Durante os dias úteis, é comum muitos motoristas friburguenses reclamarem da dificuldade em achar uma vaga. De acordo com um deles, o trio elétrico “ocupa facilmente de três a quatro vagas”.

E por falar na dificuldade de vagas de estacionamento, está marcada para esta quinta-feira, 17, às 09h30, a licitação da elaboração do Plano de Mobilidade Urbana.

Ausência de revolta

Em outubro, um deputado estadual de Nova Friburgo arrancou um banner de agradecimento de outro deputado federal do município, alegando ser proibido a utilização do espaço público para este fim. 

No entanto, a respeito da utilização do espaço público para fixar faixas (e deixá-las por cerca de duas semanas), instalar uma tenda, além do trio elétrico estacionado na Praça, não houve nenhuma reclamação.

Há inclusive a suspeita de que a filha de um parlamentar friburguense seria administradora de alguns grupos de Whatsapp de onde teriam partido a mobilização para os atos de 2 de novembro.

O EcoSerrano entrou em contato com a Subsecretaria de Comunicação da Prefeitura de Nova Friburgo para saber se houve autorização para estacionamento do trio elétrico, bem como a instalação de faixas e tendas nos arredores da Praça do Suspiro. Até o final da reportagem, não obtivemos resposta.

Acesse o grupo de Whatsapp do EcoSerrano através do link: https://chat.whatsapp.com/Ko3N4xTBbHo53tmZ5HtpAb

Redes Sociais do EcoSerrano:
Instagram: @ecoserrano
Facebook: @ecoserranoo
Youtube: EcoSerrano





Source link