Eco Serrano


Cerca de 80% das decisões médicas têm como base resultados de análises laboratoriais, em casos cirúrgicos, o percentual é de 97%. Laudos podem diagnosticar, prevenir e controlar as chamadas doenças silenciosas

Os postos de saúde de Nova Friburgo não estão realizando exames laboratoriais. Pelo menos é o que contam alguns usuários do SUS de Nova Friburgo que, desde outubro do ano passado, precisam realizar uma série de exames, mas não conseguem.

Ao que parece, a Prefeitura de Nova Friburgo não concluiu a licitação para contratar um laboratório responsável por fazer a coleta e análise das amostras. Além disso, pacientes que haviam marcado a coleta com antecedência, ao chegarem nas unidades de saúde foram surpreendidos com a suspensão do serviço e reclamaram que não teriam sido avisados e que podem até perder a validade do pedido.

Ao que tudo indica, não há previsão para a normalização do serviço.

Exames laboratoriais são essenciais

Segundo o Ministério da Saúde, um simples hemograma é capaz de detectar desordens como anemia, infecções e leucemia. O acesso à informação e a exames laboratoriais periódicos, a cada seis meses, ajudaria o brasileiro a manter sua saúde em dia. Ao realizar exames de glicemia, o paciente pode facilmente identificar diabetes e os exames TSH e T4, revelam alterações na tireoide, que acometem mais as mulheres, na proporção de 7 por 1.

De acordo com o News Lab, um bom exemplo da eficácia dos exames laboratoriais é a descoberta das chamadas doenças silenciosas como: diabetes, hepatites, disfunções na tireoide, entre outros. O diagnóstico dessas doenças pode ser feito por meio de testes laboratoriais, inclusive, alguns deles têm resultado até no mesmo dia.

Cerca de 80% das decisões médicas têm como base resultados de análises laboratoriais. O número é ainda maior quando se trata de ambiente cirúrgico, com participação de 97% nos procedimentos.

Principais exames laboratoriais

  • Colesterol – Quando o colesterol está aumentado no sangue, forma placas de gordura que podem entupir os vasos sanguíneos. Por isso, é recomendado dosar o colesterol com frequência.  Se a pessoa tem diabetes, parentes com colesterol alto ou já teve entupimento de vasos, a dosagem deve começar aos 20 anos.
  • Glicose – Esse exame serve para fazer o diagnóstico de doenças com glicose alta (diabetes) ou baixa (hipoglicemia). Como o diabetes pode ficar muito tempo sem sintomas, é recomendado que acima de 45 anos esse exame seja feito a cada três anos.
  • Hemoglobina Glicada – Esse exame serve para diagnóstico e, principalmente, acompanhamento do tratamento do diabetes no longo prazo. Por estimar os níveis de glicose no sangue pelos últimos quatro meses, é possível avaliar a eficácia de mudanças de estilo de vida e controlar os níveis de açúcar.
  • Hemograma completo – O hemograma é um bom exame inicial quando há suspeita de anemia, infecções e sangramentos. Além disso, ele deve ser realizado pelo menos uma vez ao ano em pacientes com doenças crônicas como diabetes, pressão alta e doença dos rins.
  • TSH – Hormônio Tireoestimulante – As doenças da tireoide são mais frequentes em mulheres. Estas doenças podem evoluir de forma silenciosa, sem sintomas aparentes, sendo detectadas apenas pelas avaliações laboratoriais de TSH e T4.

O EcoSerrano entrou em contato com a Subsecretaria de Comunicação da Prefeitura e com a Secretária de Saúde, Nicole Cipriano, mas até o fechamento desta reportagem, não obteve retorno.

Redes Sociais do EcoSerrano

Telegram

Grupo de Whatsapp 3

Grupo de Whatsapp 2 (lotado)  

Grupo de Whatsapp 1 (lotado) 
Instagram: @ecoserrano
Facebook: @ecoserranoo
Twitter: @serrano_eco
Youtube: EcoSerrano





Source link

Deixe um comentário