Prefeitura de Casimiro de Abreu


✅ O Centro de Atenção Psicossocial Rochilane Vilela, CAPS, recebeu móveis novos nesta sexta-feira, dia 13.

❄️2 Aparelhos de ar-condicionado de 18000 BTUs
🔥1 Fogão de 5 bocas
♨️1 Microondas 32L
👕1 Máquina de lavar roupas “Tanquinho”
📃 2 Mesas de escritório
🍽️1 Mesa de refeitório e
🖥️3 Microcomputadores com gabinete em torre,monitor, teclado e mouse.

💬 “Esses equipamentos vão nos ajudar tanto na parte administrativa quanto na parte técnica do tratamento disponibilizado aos nossos usuários.” disse Nilson Antônio Pinto, coordenador do CAPS.

#ComVocêePorVocêSemrpe




Instragram

6 comentários em “Prefeitura de Casimiro de Abreu

  • Adoro caps ,este lugar foi fruto de muita luta pela reforma psiquiatrica.e precisar destacar que caps nao e ambulatorio ,ha 1 centro ,outro em barra de sao joao.portanto este material sera mais um apoio para caps.quanto ao atendimento no hospital ,temos algumas criticas ,internacao deve ser de 72 horas.com uma equipe especializada,porem desde que usuario portador de transtorno mental tem dificuldades no acolhimento.nao ha psiquiatra ,enfermagem ,psicologo proprio para este leito .ja fui internada ai hospital ,tanto na clinica medica qto leito psiquiatrico.os profissionais queridos do caps ,foram me visitar todas as vezes.mas ja vi casos de usuarios que surtam e nao ha tratamento adequado a eles.a contencao ou seja amarrar maos dos usuarios muitas vezes e feita , isso gera uma animonisade por parte paciente e pelos profissionais q trabalham no hospital ,inclusive segurancas .ninguem me contou.mas ja vi situacoes ruins no hospital pela discriminacao falta empatia e falta preparo equipe do hospital em lidar com um usuario com transtornos.

  • @pedroygadelha gostaria de alertar para este ponto de atenção sobre a assistência deste CAPS em Casimiro para os pacientes que ficam internados no hospital quando em crise. Atendimento humanitário independente se o paciente é de Casimiro ou Barra de São João. Há uma distinção grosseira no acolhimento quando trata-se de paciente de Barra de São João.

  • Objetos, coisas… as vezes que fui neste CAPS, sempre bem vazio, sem movimento…Gostaria de saber se já tem também profissional com empatia e capacitação para prestar assistência no leito psiquiátrico no hospital já tem? Já resolveram isso? Ponto de extrema atenção!!! O leito no hospital existe, mas a assistência era bem ineficiente.

Fechado para comentários.